A IMPORTÂNCIA DO DIMENSIONAMENTO CORRETO DO SPDA.

Texto adaptado de Normando V.B. Alves*.
- Alves é engenheiro eletricista, diretor de engenharia da Termotécnica Para-raios e membro da comissão da ABNT que revisou a norma ABNT NBR 5419.

""...Gostaria de comemorar essa data com notícias boas, como: “Todos os profissionais já conhecem a norma e a aplicam”, ou “Todos os projetos já estão saindo dentro da nova norma”, ou ainda “Todas as instalações estão seguras”, etc.

Fato é que a realidade é que essas mudanças levam tempo para acontecer, seja porque muitos projetistas ainda não conhecem a norma nova, seja porque estão acostumados com a norma antiga e não conseguem cortar o cordão umbilical, ou ainda por pressão do mercado que os “obriga” a trabalhar na norma anterior.

Bom, uma coisa é fato e contra fatos não existem argumentos. O fato é que a norma mudou. Agora cabe aos profissionais da área correrem atrás da informação e se capacitarem para atender a essas novas exigências da norma...

Começaremos pelas novas siglas da nova norma:

PDA – Proteção de Descargas Atmosféricas: divide-se em SPDA e MPS;

SPDA – Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas: dividida em externa e interna está compreendida em subsistemas de captação, descida, aterramento e conexões para evitar centelhamentos perigosos, respectivamente.

MPS – Medidas de Proteção contra Surtos: é a proteção das instalações elétricas de energia e de sinal, equipamentos e pessoas, constituída por Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS), equipotencialização, roteamento de cabos, minimização dos laços (loops), blindagens espaciais, malhas de referência, etc. Essas medidas podem ser adotadas separadamente ou em conjunto, conforme gerenciamento de risco da parte 2 da norma.

As soluções técnicas podem ser:

Necessidade de SPDA (externo e interno) e MPS;

Necessidade de apenas SPDA (externo e interno) e indicação da classe de proteção;

Necessidade apenas de MPS e quais tipos de medidas;

Não necessita de SPDA nem de MPS, bastante raro de ser encontrada...""

O texto adaptado do Engenheiro Normando traz algumas informações de quão complexo é a elaboração do projeto, a necessidade de profissionais bem treinados e capacitados em desenvolver esses projetos.

A Monbras Engenharia traz em seu corpo técnico grande experiência na elaboração de projeto, execução de obras e confecção de laudos técnicos com equipamentos homologados e calibrados, conforme exige a norma regulamentadora vigente.

Sabemos da importância de estar sempre atualizados com as normas que regulamentam materiais, ferramentas, segurança do trabalho, dentre outros, para atender nossos cliente com capacidade e qualidade técnica, assim continuando a traçar um caminho próspero de nossa empresa e nossos parceiros de negócio.